Abertura | Mostra de Artes Visuais Canteiro

 

A Artera Galeria em parceria com a Vila Cultural Cora Coralina, com o apoio da Secretaria de Cultura do Estado de Goiás, convida a todos para a abertura da Mostra de Arte Canteiro, no dia 30 de Novembro.

Desde o fim de Outubro, 10 artistas ocupam a Vila a fim de desenvolver seus processos artísticos. Transformando em ateliê a Sala Antônio Poteiro, tradicionalmente restrita à exibição de trabalhos considerados 'finalizados', a Residência Artística Canteiro buscou ressignificar esse espaço. Com o propósito de produzir arte, a permanência dos artistas residentes no ambiente de exibição transformou em solo fértil essa morada. Fertilidade de contatos, trânsitos, diálogos e transmutações estéticas diversas que culminarão nesta Mostra.

Para discutir sobre as potências dessa experiência, a Vernissage será antecedida de um bate-papo aberto ao público. Participe!

30/11 | Abertura da Mostra

Programação:

16:30: Bate-papo "Os saberes mobilizados pela prática artística", com a participação dos artistas residentes e dos convidados Raísa Curty e Thiago Costa, mediado pela Prof. Dra. Manoela dos Anjos Afonso Rodrigues.

18:00: Vernissage

Período de Visitação: 01/12 - 21/12

Conheça os convidados do Bate-papo:

Raísa Curty: é artista visual e artista educadora, mas não diferencia uma atividade da outra. Mestranda em artes visuais pela UNB e bacharel em pintura pela UFRJ. Desde 2014 pesquisa o deslocamento, suas formas de subjetivação e a expedição artística como método de deslocamento sensível. Se interessa por feminismos, anarquismos e nomadismos. Participou da exposição coletiva Não Matarás no Museu Nacional da República-DF (2017), Remanso, na Marquise da Funarte-DF (2017) e Arte Para uma Cidade Sensível, no Museu Mineiro-MG (2017) e Novas Poéticas,
na UFRJ-RJ (2015). Realizou residência artística no Núcleo de Arte do Centro Oeste-GO (2017), Centro Cultural Elefante-DF (2017) e no Arquipélago de Abrolhos-BA em parceria com o ICMBio (2015).

Thiago Costa: graduado em Geografia pela Universidade Federal de Uberlândia, com mestrado em Arquitetura e Urbanismo: Processos Urbanos Contemporâneos pela Universidade Federal da Bahia e doutorado em Arquitetura e Urbanismo: Projeto, Espaço e Cultura pela Universidade de São Paulo. Desenvolve projetos performativos, vídeos e publicações com foco na transdisciplinaridade e na pesquisa de configurações coreográficas como instalações, leituras e percursos. Integrou o grupo Maria do Silêncio, dirigido por Wagner Schwartz. Desde 2005 desenvolve solos de dança e parcerias, tendo participado de diversas residências artísticas, festivais e mostras. Entre outros, integrou o programa Novos Coreógrafos Novas Criações, do Centro Cultural São Paulo em 2011.Como educador, coordena oficinas, aulas , ciclos de encontros e outras atividades de formação que abordam corporalidades e cidades, relacionando Geografia, Urbanismo e Artes. Atualmente, desenvolve uma pesquisa que investiga o papel da agricultura urbana, da agroecologia e da permacultura dentro das cidades enquanto uma possibilidade de reencatamento e criação de políticas do comum.

Artistas residentes:
Augusto César
Beatriz Bortolozzo
Daniela Marques
Guilherme Fagundes
Jhony Aguiar
Matheus Martins
Matheus Pires
Melissa Araújo
Itandehuy Castañeda
Renan Accioly

Curadoria compartilhada:
Beatriz Bortolozzo
Cássia Nunes
Daniela Marques
Gilmar Camilo



 

Deixe um comentário